O que é o Monitor Agropecuário

O SEEG Monitor Agropecuário é uma ferramenta de informação qualificada e com atualização mensal sobre as emissões diretas de gases do efeito estufa (GEE) provenientes da produção de carne e consumo de fertilizantes, duas importantes fontes de emissões da agropecuária brasileira.

O Monitor Agropecuário é parte da Plataforma SEEG (Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa). O SEEG é uma inciativa do Observatório do Clima que acompanha os dados das emissões de gases de efeito estufa em escala nacional e estadual em todos os setores e gases com dados atualizados desde 1970 até 2015.

As emissões de GEE no Setor de Agropecuária vem aumentando de forma consistente ao longo de todo o período. Mesmo com os aumentos em produtividade e tecnologias de baixas emissões, ainda existe uma grande janela de oportunidade para redução de emissões e aumento de sequestro de carbono pelas pastagens e solos brasileiros.

É preciso colocar em pauta de forma contínua o debate sobre a eficiência na produção, recuperação de pastagens degradadas, sistemas diversificados de produção entre outras técnicas que aumentam a produção, a rentabilidade e reduzem as emissões de GEE.

Monitor Agro Carne (bovinos de corte)

O SEEG Monitor Agro Carne apresenta uma estimativa mensal das emissões diretas de gases do efeito estufa (GEE) provenientes da produção de bovino de corte no Brasil. Também fornece o tipo de gás que foi emitido pelas diferentes fontes emissoras, como a fermentação entérica e os dejetos produzidos pelos animais.

A bovinocultura de corte é o setor que emita o maior volume de GEE no setor agropecuário. Conhecer e monitorar estas emissões pode subsidiar estratégias de produção mais eficientes e repensar as formas de consumo.

Monitor Agro Fertilizante

O SEEG Monitor Agro Fertilizante apresenta uma estimativa mensal de gases do efeito estufa (GEE) provenientes do uso de fertilizantes nitrogenados no Brasil. O Monitor é baseado na quantidade de fertilizantes entregue ao mercado publicado pela Associação Nacional para Difusão de Adubos e Fertilizantes (ANDA) e nas emissões de GEE da aplicação de fertilizantes nitrogenados (SEEG).

Como a quantidade de Fertilizantes Nitrogenados não são publicados mensalmente (só ao final de cada ano), esse monitor se baseia na relação que esse tipo específico de fertilizante tem em relação a quantidades de fertilizantes totais, dado o qual é publicados pela ANDA mensalmente. Assim, por estimativas, têm-se os volumes mensais consumidos e as respectivas emissões de GEE. O monitor considera a aplicação de fertilizantes aplicados nas principais culturas que utilizam adubos nitrogenados: cana, feijão, arroz, milho, algodão, aveia, centeio, cevada, girassol, trigo, sorgo e triticale.

As emissões de GEE no Setor de Agropecuária vem aumentando juntamente com os aumentos em produção e produtividade. A adubação nitrogenada é a terceira maior fonte de emissões do setor agropecuário responsável em 2015 por 7% das emissões diretas do setor. O volume de adubos utilizados no Brasil vem duplicando a cada década, porém, ainda existe muito espaço para otimização da aplicação destes adubos e o aumento no uso de plantas fixadoras de nitrogênio. A ampliação da assistência técnica e transferência de tecnologias serão fundamentais para a adoção destas tecnologias de baixas emissões e para manutenção do clima.

Quem somos?

O Monitor Agropecuário é parte do projeto Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa (SEEG) e é promovido pelo Observatório do Clima (OC), uma rede de mais de 40 organizações não governamentais de perfil socio-ambientalista que trabalham com agenda de Mudanças Climáticas no Brasil.

O Imaflora é o membro do OC responsável pelo desenvolvimento e implementação deste Monitor.

A Equipe técnica é composta por:

  • Ciniro Costa Junior (Imaflora)
  • Marina Piatto (Imaflora)
  • Tasso Azevedo (SEEG/OC)

Fundação Avina oferece suporte organizacional ao SEEG que recebe (ou já recebeu) apoio financeiro das seguintes organizações:

  • OAK Foundation
  • Fundación Avina
  • Latin American Regional Climate Iniciative (LARCI)
  • Climate and Land Use Alliance
  • Skoll Foundation
  • Fundação Porticus

A plataforma on-line de disponibilização dos dados foi construída pela EcoStage.

A coordenação geral do SEEG está a cargo de Tasso Azevedo.

As bases de dados necessárias para operacionalizar o Monitor Agro Fertilizantes são disponibilizadas pela ANDA (Associação Nacional para Difusão de Adubos e Fertilizantes).

As bases de dados necessárias para operacionalizar o Monitor Agro Carne são disponibilizadas pelo IBGE e SIF (Sistema de Inspeção Federal).

Agradecemos as seguintes instituições pela colaboração técnica: ABIEC, Agroconsult, GTPS e EMBRAPA.

O MONITOR AGROPECUÁRIO É UMA INICIATIVA DE

Apoio

Coordenação Técnica